Pardais continuarão ligados, mas multas serão anuladas

JB Online

RIO - Apesar de o decreto publicado hoje no Diário oficial determinar o desligamento dos pardais eletrônicos entre 22h e 6h, as máquinas continuarão funcionando. Segundo a prefeitura, por problemas técnicos é impossível desligar os radares. Portanto, quem ultrapassar os limites nas vias não deve se surpreender com o espocar do flash. Para ser beneficiado pelo decreto, o motorista terá de recorrer da multa no Detran.

Os motoristas devem ainda estar atento às rodovias federais, onde a determinação não vale. É o caso da Dutra, que ganhou esta semana 25 radares de controle de velocidade, sendo que 15 deles estão no estado do Rio.

Paes questiona desligamento

Mais cedo, o prefeito eleito Eduardo Paes disse, no gabinete de transição, em Botafogo, que o novo secretário de transportes ainda vai analisar a decisão do prefeito Cesar Maia de manter o 'desligamento' dos pardais e lombadas eletrônicas entre 22h e 6h.

Para Paes, o 'desligamento total' não é a decisão mais adequada:

- Não sei se desligar é a solução do problema. Acho que tem que se definir critérios à noite e em áreas perigosas ter limite de velocidade maior. Em vez de desligamento, que tal iluminar e cuidar melhor de determinados trechos? - disse Paes.