Cabral pede R$ 40 milhões para ajudar desabrigados

JB Online

RIO - A chuva deu trégua nos últimos dois dias, mas mesmo o dia ensolarado não tirou a preocupação do governo estadual. O governador Sérgio Cabral pediu ao governo federal uma ajuda de R$ 40 milhões para as cidades atingidas pelos últimos temporais. Os olhos estão voltados para os moradores de Campos e Rio Bonito que correm risco de serem contaminados por doenças como leptospirose, hepatite A e diarréias freqüentes após o castigo das águas. Embora não tenha sido registrado algum caso, as autoridades estão em alerta.

A secretaria de saúde do município está atendendo os abrigos para coletar dados sobre doenças disse o subcomandante da Defesa Civil de Campos, Edson Pessanha, que se prepara para o pior. Com qualquer ocorrência de doença, vamos intensificar as ações de ajuda. Estamos em alerta.

De acordo com a Secretaria de Saúde e Defesa Civil do estado, o quadro mais grave é em Campos, lugar mais castigado pelas enchentes, onde mais de 10 mil pessoas já foram atingidas.

Algumas doenças são espalhadas pela água e tem gente que se vê obrigado a andar na chuva. Tem casos até de pessoas que dormem molhadas apontou a coordenadora da vigilância epidemiológica da secretaria de Saúde e Defesa Civil do estado, Guida Silva, que tenta prevenir a população Tem que ter o menor contato com a água possível.

Entretanto, a coordenadora afirma que a prevenção da leptospirose e da hepatite deve ser constante e não só após chuvas e enchentes.

A população deve trabalhar antes da chuva para não deixar lixo acumulado e nem solto na rua. Isso atrai roedores e, como sabemos, sua urina transmite leptospirose, doença gravíssima que pode chegar até a 50% de chances de morte alertou Guida, comparando com a hepatite. Enquanto a hepatite você tem menos de 1% de chance de morrer e trata com uma dieta balanceada, a leptospirose deve ser tratada com remédios passados por um médico, que deve acompanhá-la de perto.

Os sintomas da leptospirose são febre e muita dor no corpo, principalmente na panturilha. Num quadro mais grave pode apresentar sinais hemorrágicos . A hepatite A raramente se manifesta, mas seus quadros mais graves são detectados por náusea, olhos amarelados, fezes embranquecidas e urina escurecida. No caso de sintomas, Guida Silva lembrou:

Se apresentar qualquer sintoma, a pessoa deve procurar um médico urgentemente.