Cedae encontra ligações clandestinas em prédios e colégio

JB Online

RIO - Técnicos da assessoria de segurança empresarial da Nova Cedae e policiais da Delegacia de Defesa dos Serviços Delegados (DDSD) encontraram, na tarde desta terça-feira, ligações clandestinas de água em três blocos do condomínio Residencial do Pré, em Campo Grande, na Zona Oeste, e no Colégio Ceitec, no bairro do Cachambi, na Zona Norte.

Durante a operação, batizada de Gato Gordo, foram encontradas três ligações clandestinas de uma polegada de diâmetro, que abasteciam irregularmente os blocos 9, 10 e 11 do condomínio localizado na Estrada do Pré, 1.380. Cada bloco tem quatro andares com 17 apartamentos. Os síndicos dos três blocos de apartamentos, que não tinham matrícula na Cedae, foram intimados a comparecerem à DDSD.

No Colégio Ceitec, na Avenida Dom Hélder Câmara, no Cachambi, os técnicos da Cedae e os policiais civis encontraram uma ligação clandestina de uma polegada de diâmetro que abastecia o estabelecimento de ensino. A escola tem 30 funcionários e 450 alunos dos ensinos fundamental e médio, que estudam em três turnos diários. O colégio, que tem dez salas de aula, não tinha matrícula na Cedae. A diretora do estabelecimento de ensino foi convidada a comparecer à DDSD para prestar esclarecimentos.

-Com uma fiscalização detalhada, os técnicos da Assessoria de Segurança Patrimonial da Nova Cedae encontraram quatro ligações clandestinas de uma polegada de diâmetro. Ligações clandestinas têm que ser combatidas, pois, além de contribuem para desabastecer algumas localidades, causam grande prejuízo nos cofres da Cedae - disse o presidente da companhia, Wagner Victer, ressaltando que furto de água é crime previsto no Código Penal.