Cabral vai inaugurar nova elevatória de esgotos Eugênio Macedo

JB Online

RIO - A Nova Cedae conclui, nesta quinta-feira, mais uma etapa do Programa de Saneamento das Lagoas da Barra da Tijuca, com a inauguração da nova elevatória de esgotos Eugênio Macedo. A elevatória, que será inaugurada pelo governador Sérgio Cabral, está capacitada para receber o esgoto da sub-bacia Santa Mônica, englobando o Condomínio Santa Mônica e áreas adjacentes, direcionando-o para o emissário submarino da Barra da Tijuca.

O evento será realizado às 10h, na Avenida Célia Ribeiro da Silva Mendes, esquina com Avenida Jean Paul Sartre, em frente ao Colégio Faria de Brito, Condomínio Santa Mônica, na Barra da Tijuca e contará com as presenças do vice-governador e secretário de Obras, Luiz Fernando Pezão, da secretária do Ambiente, Marilene Ramos, e do presidente da Nova Cedae, Wagner Victer.

- A elevatória atenderá a um sistema de esgotamento para 25 mil habitantes, com uma capacidade de transferência de até 120 litros de esgotos por segundo. Foi implantada uma linha de recalque (tubulação que represa água para a elevatória) com 550 metros de extensão e diâmetro de 400 milímetros. Também foram instalados 500 metros de redes coletoras de esgotos informou Victer, de acordo com a assessoria.

A nova elevatória vai ao encontro dos compromissos do país junto ao Comitê Olímpico Internacional (COI), para a escolha da cidade do Rio de Janeiro como sede dos Jogos Olímpicos de 2016, leva o nome do renomado engenheiro sanitarista Eugênio Silveira de Macedo, autor de inúmeros trabalhos técnicos e inventor da Régua de Cálculos Hidráulicos, a Régua do Macedo , como ficou conhecida. Macedo exerceu o cargo de Chefe do Serviço de Controle de Redes da Cedae, última empresa em que trabalhou antes do seu falecimento, aos 68 anos, em 1984.

Projetada com vistas a disponibilizar maior segurança e flexibilidade operacional, a nova elevatória operará com um menor custo. Para tanto, foram implantados três sistemas independentes de bombeamento, com unidades reautoescorvantes com potência de 25 cv cada. A elevatória conta ainda com sistemas de gradeamento automatizados.

O valor investido em todo o sistema foi de R$ 3 milhões, através do Fundo Estadual de Conservação Ambiental (Fecam). Com a inauguração da elevatória Eugênio Macedo, a Cedae dá mais um salto na execução do PSBJ, na Barra da Tijuca. Desde que assumiu, em janeiro de 2007, a atual diretoria já realizou importantes intervenções na região. A primeira delas foi a colocação em operação do Emissário Submarino da Barra. Logo a seguir, ainda em 2007, veio a interligação da Vila do Pan ao emissário. Em 2008, já foram realizadas, até agora, obras para melhoria do abastecimento de água na região do Recreio dos Bandeirantes, Vargem Grande e Vargem Pequena e a entrada em operação das elevatórias de Marapendi e Jardim Oceânico.