Rio terá dois carnavais em 2009

Felipe Sáles, JB Online

RIO - Rei Momo vai ter trabalho dobrado no próximo ano. A Assembléia Legislativa do Rio (Alerj) aprovou nesta terça-feira o projeto de lei que cria o carnaval fora de época no calendário turístico do Rio. O evento será realizado durante um fim de semana do mês de julho de cada ano.

O projeto já tinha sido aprovado no ano passado, mas foi vetado pelo governador Sérgio Cabral. Nesta terça-feira, porém, o projeto voltou à assembléia e 38 parlamentares votaram contra o veto do governador.

Segundo o deputado Dionísio Lins (PP), autor do projeto, o carnaval fora de época seria semelhante ao que ocorre tradicionalmente no mês de fevereiro na cidade. Durante três dias consecutivos, a Associação das Escolas de Samba e a Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa) promoveriam desfiles no sambódromo com a arquibancada custando R$ 1. Quando o projeto foi aprovado, no ano passado, o então secretário estadual de Turismo, Esporte & Lazer e hoje prefeito eleito, Eduardo Paes, apoiava a iniciativa.

- Esse evento, além de fomentar o turismo, geraria emprego e receita para a cidade - disse Lins, acrescentando, porém, que o evento não daria nenhum tipo de premiação para as escolas de samba.

O projeto prevê também a realização de convênio com empresas privadas que promoveriam a festa no Sambódromo. A idéia é levar o carnaval fora de época para todas as prefeituras do interior que estejam interessadas.