Funcionários da Embrapark fazem acordo com 'flanelinhas' no Leme

Eloisa Leandro, JB Online

RIO - O segundo dia de implantação do novo sistema de cobrança de estacionamento na Zona Sul, o Área Azul, permanece tumultuado. Segundo a assessoria da Embrapark, empresa vencedora da licitação para administrar as vagas, "flanelinhas" resistem em deixar os pontos. Apenas na Avenida Atlântica, altura do Leme, funcionários da empresa conseguem trabalhar depois que estabeleceram acordo com guardadores autônomos. Eles trabalham em áreas demarcadas.

O gerente-geral da Embrapark, Sérgio Leite, disse ter pedido mais reforço à Polícia Militar. Leite afirma que a intenção da empresa é firmar um acordo com o Sindicato dos Guardadores Autônomos do Estado do Rio de Janeiro (Singaerj), que permanece irredutível.