Dois traficantes morrem em confronto com polícia na Cidade de Deus

Júlia Moura e Patrícia Zinger, JB Online

RIO - Polícia Militar ocupou na manhã desta terça-feira a favela da Cidade de deus, na Zona Oeste do Rio. Desde a madrugada 150 policiais dos batalhões da Zona Oeste, Comando Tático Regional, Bope e Policiais de Cães. Houve troca de tiros e dois traficantes morreram durante confronto. Uma pessoa, ainda não identificada foi presa.

Os traficantes foram transferidos para o Hospital Lorenço Jorge, mas não resistiram e morreram. A polícia apreendeu uma pistola 9 mm, um revólver 38, material de endolação e duas facas, que de acordo com a polícia servia para prática de tortura.

De acordo com coronel Luigi Gato, a operação é de caráter permanente para evitar que traficantes retornem ao local. O objetivo é reprimir a ação do tráfico de drogas, além da milícia com a exploração do gatonet.

- Pedimos à população de bem da Cidade de Deus que através do Disque-Denúncia indique as irregularidades na favela disse o coronel.

Por causa da operação, 13 escolas públicas e 3 creches estão fechadas na área da Cidade de Deus. 7.730 alunos ficaram sem aulas, de acordo com a Secretaria municipal de Educação do Rio. O comércio na região também não abriu por causa do tiroteio.

A operação teve três fazes de ocupação: a primeira com o desvio do trânsito durante a madrugada; a segunda o vasculhamento e a terceira a ocupação da favela para coibir além do tráfico de drogas todas as irregularidades.

O trânsito foi desviado em diversas vias de acesso à comunidade e causou um nó no trafego do bairro. Os reflexos chegaram à Linha Amarela, sentido Avenida Brasil, e em diversas ruas do bairro, inclusive em direção à Barra da Tijuca .