TSE anula candidatura do prefeito de Itaguaí

JB Online

RIO - O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aceitou o pedido de anulação da candidatura do prefeito reeleito de Itaguaí, Carlo Busatto Junior, o Charlinho, feito pelo Ministério Público Eleitoral. A decisão monocrática do ministro Ricardo Lewandowski considera que Chalinho não reunia condições de concorrer às eleições municipais porque teve as contas de 2004 rejeitadas pelo Tribunal de Contas da União, quando era prefeito de Mangaratiba. Pela Lei de Inelegibilidades, candidatos que tenham tido contas reprovadas não podem concorrer a um cargo público. Charlinho foi eleito no primeiro turno com 90,8% dos votos. O prefeito vai recorrer da decisão.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais