Rio tem policiamento reforçado

JB Online

RIO - A Polícia Militar do Rio reforçou o policiamento na cidade, principalmente no Centro, para evitar represálias de facções criminosas à transferência dos dois presos suspeitos de planejar o assassinato do tenente-coronel José Roberto do Amaral Lourenço, ex-diretor de Bangu 3, executado com 60 tiros na última semana.

Adair Marlon Duarte, vulgo Aldair da Mangueira, e Ronaldo Pinto Lima Silva, o Ronaldinho Tabajara, foram transferidos na madrugada de sábado para o presídio federal de segurança máxima de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. Eles estavam presos em Bangu 3.

Informações da Globo News