PM é morto ao tentar impedir assalto no Centro do Rio

JB Online

RIO - O sargento Joaquim José Chaves, de 53 anos, lotado no 13º BPM (Praça Tiradentes) foi morto com um tiro na cabeça, na noite desta quinta-feira, ao tentar impedir o assalto a um pedestre na Praça Cruz Vermelha, no Centro do Rio. Uma mulher acabou atingida por um tiros de raspão. Os bandidos fugiram.

A ação acontecer por volta das 19h. O sargento Chaves chegava ao prédio do Instituto Nacional do Câncer (Inca), na Praça Cruz Vermelha, onde assumiria o plantão, quando percebeu a ação de dois homens em uma moto amarela que praticavam um assalto contra um pedestre. Ele tentou render os criminosos que reagiram. Houve troca de tiros e o policial foi baleado na cabeça. Uma mulher ainda não identificada foi ferida de raspão por uma bala perdida, segundo policiais do 13º BPM.

Os dois foram socorridos no Hospital Souza Aguiar, há cerca de 500 metros do local, mas o PM não resisitiu. Não há informações sobre o estado de saúde da mulher.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais