Cabral anuncia reforma e melhorias para o Hospital Getúlio Vargas

JB Online

RIO - O governador também deu outra boa notícia que vai beneficiar os moradores da região: em novembro, no mais tardar início de dezembro, vão começar as obras de ligação da Linha 2 do metrô, a partir da estação de São Cristóvão, com a estação da Central do Brasil. Quando estiver pronta, dentro de um ano, não haverá mais necessidade da baldeação para a Linha 1 na estação do Estácio, o que hoje causa grande desconforto aos passageiros devido a superlotação nas horas de rush.

A concessionária do metrô já fez a licitação e só está dependendo da concessão da licença ambiental para iniciar as obras. Com essas melhorias, calculamos aumentar em mais 300 mil pessoas por dia o número de passageiros do metrô informou o governador.

A obrigação de fazer a obra é da Opportrans como contrapartida pela antecipação da renovação do contrato de concessão. Por ela, a concessionária ainda está obrigada a comprar novos trens, dobrando a frota atual, para diminuir o tempo de intervalo entre as viagens.

Cabral ainda disse que o governo do estado está investindo R$ 530 milhões na compra de novos trens com ar condicionado para serem operados pela Supervia, a concessionária do transporte ferroviário do estado, beneficiando o subúrbio carioca.

O vice-governador e secretário de Obras, Luiz Fernando Pezão, informou que o governo do estado vai apresentar ainda este ano ao governo federal os projetos do PAC 2 no Rio em que novas comunidades, entre elas a Penha, serão beneficiadas com as mesmas obras de urbanização do PAC 1 que estão sendo implementadas nos complexos do Alemão e de Manguinhos e nas comunidades da Rocinha, Pavão-Pavãozinho, no Rio, e do Proventório, em Niterói.

Esta será a segunda fase do PAC. Graças à parceria do governador Sérgio Cabral com o presidente Lula, cada vez mais vamos conseguir recursos para investir nos bairros e comunidades carentes do estado frisou Pezão.