Mostra sobre imigração japonesa na marina da Glória tem entrada franca

JB Online

RIO - O pavilhão 1 da Marina vai abrigar de quinta a domingo, a Nikkei Rio Expo Cultura, Agricultura e Gastronomia. A mostra tem o apoio do governo do Estado, através da secretaria de Agricultura, e faz parte das comemorações pelo centenário da imigração japonesa.

A exposição tem entrada franca e será aberto ao público na sexta-feira e no sábado, das 10h à meia-noite, e no domingo, das 10h às 22h.

Os visitantes poderão conhecer um pouco da contribuição dos agricultores japoneses, que escolheram as terras fluminenses para produzir.

A Nikkei terá ainda locais destinados a terapias orientais, workshops e exposições sobre Bonsai, Cerâmica, Ikebana, Mangá, fotografia, artes plásticas, arte em papel e Origami.

Um espaço jovem contará com uma maratona de desenhos como PoKemon e Cavaleiro do Zodíaco, entre outros, campeonatos de videogame e videodança, além de demonstrações de artes marciais, como Judô, Karatê e Aikidô.

Um pouco da influência do Japão no Brasil e os laços que unem os dois países serão retratados num corredor histórico, onde serão mostrados passo-a-passo a chegada dos japoneses ao estado e de que forma eles estabeleceram e influenciaram a maneira de viver de quem já estava por aqui.

No Estado, a produção de hortaliças, a fruticultura e a floricultura são exemplos do legado japonês para o setor, com a introdução de tecnologias, pesquisa e desenvolvimento de diversas variedades mais produtivas.

Um desses exemplos está na produção de goiaba, onde 11 variedades da fruta nasceram das mãos nipônicas em solo fluminense. Atualmente, 60% da goiaba de mesa produzida no Estado, o que corresponde a 7,3 mil toneladas/ano, sai das lavouras desses agricultores.