Justiça Eleitoral recebe pedido moradores da Providência

JB Online

RIO - Representantes dos moradores do Morro da Providência e da construtora responsável pelas obras do chamado Projeto Cimento Social, embargadas ontem pela Justiça Eleitoral, apresentaram nesta terça-feira um pedido para que sejam concluídas as obras em cerca de 30 casas que precisariam de serviços como emboço das paredes e conclusão do telhado. Os moradores foram orientados a acrescentar informações, como a identificação das residências e quais serviços seriam feitos em cada uma delas. A partir desses dados, o pedido será analisado pelo juiz Fábio Uchôa, responsável pela fiscalização da propaganda eleitoral irregular no município do Rio de Janeiro, autor da decisão que embargou a obra.