Câmara do Rio promove debate sobre maconha

JB Online

RIO - Nesta quinta-feira, Dia Internacional de Combate às Drogas, o plenário da Câmara Municipal do Rio, promove o debate "Maconha: O mito da Droga Natural", em comemoração ao primeiro ano de criação da Comissão Permanente de Prevenção às Drogas. A iniciativa é da vereadora Silva Pontes (DEM), presidente da comissão. O evento acontece das 9h30 às 13h.

Com a presença do coronel Mario Sérgio, diretor do Instituto de Segurança Pública (ISP); do delegado Marcos Vinicius Braga, titular da Delegacia de Combate às Drogas (DECOD); da psiquiatra Maria Thereza Costa de Aquino, diretora do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Atenção ao Uso de Drogas (NEPAD/UERJ), entre outros, o evento promete incendiar ainda mais a polêmica em torno da droga. De acordo com a assessoria da vereadora, o sociólogo Renato Cinco, organizador da Marcha da Maconha, também foi convidado, porém até o momento não confirmou a presença.

Comissão Permanente de Prevenção às Drogas pioneira no Brasil, mês passado, organizou a contramarcha da maconha, denominada "O Rio em Defesa Da Família", na Praia de Copacabana, onde reuniu aproximadamente 500 pessoas para dizer Não à legalização da Maconha. Nesse mesmo dia aconteceria a Marcha da Maconha, que por determinação da Justiça acabou sendo cancelada.

De acordo com a vereadora Silvia Pontes, a discussão em torno do tema é válido, uma vez que a população precisa estar mais bem informada sobre todos os perigos das drogas.

- Sou radicalmente contra a legalização de qualquer tipo de droga, mas acho que devemos discutir sobre a questão, uma vez que a mesma está presente em nossa sociedade. Será um debate sadio, onde serei mediadora. Não temos como "tapar o céu com a peneira", sei que são assuntos polêmicos, mas que não podemos nos omitir. Durante o evento falaremos também sobre outros tipos de drogas - destacou a parlamentar.