MPF ratifica pedido de prisão preventiva dos 11 militares Providência

JB Online

RIO - O Ministério Público Federal (MPF) ratificou o pedido de prisão preventiva, feito anteriormente pelo MP Estadual, dos 11 militares envolvidos na morte dos três rapazes do Morro da Providencia. O pedido foi encaminhado nesta terça-feira, à 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro. A expectativa é de que o pedido seja apreciado nesta quarta-feira.

Segundo os procuradores da República Patrícia Nuñez Weber, Neide Cardoso de Oliveira e José Augusto Vagos, autores do pedido, a prisão preventiva visa garantir a ordem pública e a conveniência da instrução criminal. Como os militares são servidores federais que cometeram crime no exercício de sua função, eles respondem a processo na Justiça Federal.

No entanto, a prisão temporária de 10 dias de sete dos 11 militares envolvidos, termina nesta terça-feira. Como o responsável pelo inquérito do Comando Militar do Leste não solicitou a prisão preventiva deles, segundo o Ministério Público Militar, os sete podem colocados em liberdade nesta quarta-feira.