Álvaro Lins confirma ter questionado nomeação de procuradora da Alerj

Júlia Moura, JB Online

RIO - O deputado Álvaro Lins confirmou nesta terça-feira que questionou a nomeação da procuradora Denise Setsuko Okada Ahmed pelo conselho de ética da Alerj para sua defesa por quebra de decoro parlamentar.

- Eu entendi que a nomeação do procurador da Casa poderia deixar a pessoa que fosse fazer a defesa numa posição desconfortável, pois o procurador está subordinado à administração da Assembléia. Então, coloquei esta minha posição afirmou o deputado.

Questionado sobre não ter entregue sua defesa ao Conselho de Ética dentro do prazo, na última sexta-feira, Álvaro Lins disse que o tempo estabelecido não foi suficiente para prepará-la. O deputado afirmou ainda que não se preocupou, pois sabia da possibilidade de o Conselho de Ética nomear um defensor dativo.

- Eu tinha que entregar a defesa no Superior Tribunal Federal, que era muito mais complicada do que esta, e entreguei. Para se ter uma idéia, o prazo era de quinze dias e foi prorrogado por mais dez dias, enquanto Alerj me concedeu um prazo de apenas cinco dias. Então, não houve condições de preparar a defesa deste caso explicou Álvaro Lins.

O fato do deputado não ter entregue o documento pode fazer com que ele ganhe tempo. O prazo para apresentar a defesa de Lins termina no dia 30 deste mês, um dia antes de se iniciar o recesso na Assembléia Legislativa do Rio.