PF faz operação 'Queijo Suiço' no Aeroporto Internacional

JB Online

RIO - A Polícia Federal desarticulou uma quadrilha Internacional de contrabando de pedras preciosas durante a operação 'Queijo Suiço', realizada no aeroporto Internacional Tom Jobim, na Ilha do Governador, nesta quarta-feira.

Foram presos um delegado aposentado da Polícia Federal, identificado apenas como 'Julinho Nota 10', e uma mulher, acusada de trazer as pedras preciosas do exterior. O delegado foi preso em casa, na Barra da Tijuca, obde foram encontrados R$ 1 milhão em pedras preciosas, além de ouro e diamantes.

A investigação começou há duas semanas, quando o ex-delegado tentou recuperar uma mala com pedras preciosas que havia ficado retida na alfândega. Ao ser abordado pela polícia, ele fugiu e agrediu os seguranças, levantando suspeita sobre o crime.

As informações são da Rádio Band News. A assessoria da Polícia Federal ainda não confirmou as informações.