Participantes de Conferência GLBT acusam torcedores do Flu de agressão

JB Online

RIO - Menos de 24 horas após a secretária de Assistência Social e Direitos Humanos, Benedita da Silva, anunciar um conjunto de ações contra a homofobia durante a abertura do I Conferência Estadual de Políticas para Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais (GLBT), na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), participantes do evento estão registrando queixa na 18ª DP (Praça da Bandeira) contra um homem acusado de agredí-los verbalmente em frente ao Estádio do Maracanã. Ele integrava um grupo de torcedores do Fluminense que estava nas imediações.

De acordo com a assessoria da 1ª Conferência Estadual GLBT, que acontece até domingo na Uerj, um grupo de torcedores do Fluminense agrediu com xingamentos e palavras de baixo nível os participantes do evento, que se dirigiam ao restaurante popular do Maracanã para o almoço. O tricolor enfrenta o Náutico no estádio, neste domingo, às 16h, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro.

De acordo com o relato das vítimas, um deles, bem exaltado, dirigiu-se com mais agressividade a duas travestis identificadas como Andrea Brasil e Cacau Ferreira. Indignados com a situação, os organizadores recorreram a uma dupla de policiais que fazia a segurança do local. O acusado foi detido e levado para a delegacia juntamente com as vítimas. Ainda de acordo com a assessoria do evento, a militante Renata Cristiane de Oliveira será testemunha no caso.

Na sexta-feira, durante a abertura do evento, Benedita da Silva anunciou cinco medidas a serem colocadas em prática até julho para combater os casos de violência contra a população de GLBT. São elas: dez centros de referência dedicados a combater casos de violência, um Disque-GLBT, um núcleo de investigação especializada em crimes envolvendo homofobia, um Conselho Estadual, além de ações desenvolvidas em parceria com a Uerj.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais