São Gonçalo receberá R$ 119 milhões para obras do PAC

Agência Brasil

RIO - O município de São Gonçalo, na região metropolitana do Rio de Janeiro, inaugura neste sábado a primeira obra do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) na cidade. A comunidade carente de Jardim Catarina, que receberá as primeiras intervenções, é considerada o maior loteamento do município.

Além de Jardim Catarina, receberão obras do PAC as comunidades de Salgueiro e Fazenda dos Mineiros, além dos Rios Imboaçu e Alcântara, com um investimento inicial de R$ 119 milhões do governo federal, além de uma contrapartida municipal. Os trabalhos devem ser iniciados até o final deste mês e o cadastramento de pessoas interessadas em trabalhar nas obras do PAC no município será feito daqui a duas semanas.

Segundo a prefeita Aparecida Panisset, o objetivo das obras de urbanização, saneamento, iluminação, pavimentação e canalização dos rios é evitar problemas como enchentes e doenças.

- Saneamento é prevenção de saúde. Além do mais, nas enchentes, evita-se que aquelas pessoas, que compraram suas coisinhas com tanta dificuldade, percam tudo. Isso é muito importante para São Gonçalo, que é um município muito pobre. Talvez não tenhamos, nesses últimos quatro anos, R$ 119 milhões na Secretaria de Obras. E agora teremos de uma vez só - afirmou Panisset.

Segundo dados de 2005 do governo do estado, São Gonçalo é o segundo município mais populoso do estado do Rio, com mais de 900 mil habitantes, ficando atrás apenas da capital. O Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) de São Gonçalo é de 0,782 (em uma escala de zero a um), ou seja, o 23o do estado. No ranking nacional, o município está em 1.012o lugar.