Itagiba entra com representação na Justiça contra marcha da maconha

JB Online

RIO - O deputado federal Marcelo Itagiba (PMDB-RJ) encaminhou uma representação, no fim da tarde deste sábado, ao procurador-geral de Justiça, Marfan Martins Vieira, para que o Ministério Público, pedindo que o Ministério Público impeça a realização da "Marcha da Maconha", programada para este domingo na orla do Rio.

Em sua representação, Marcelo Itagiba ressalta que "não se trata de censura ao debate necessário sobre o melhor tratamento jurídico que se deva dar ao uso da maconha". Segundo o deputado, "o debate deve ser feito nos meios acadêmicos e nas casas legislativas, e não em praça pública, já que os seus participantes podem estar, em tese, cometendo o crime de induzir, instigar ou auxiliar alguém ao uso indevido da droga".

Itagiba enfatiza, ainda, no documento, que os ministérios públicos da Bahia, do Distrito Federal, de Minas Gerais e do Paraná já obtiveram tutelas judiciais impedindo a realização em seus Estados da marcha.