Estado inaugura escola Tia Neuma, na Mangueira

JB Online

RIO - O governador Sérgio Cabral, acompanhado da secretária de Educação, Tereza Porto, inaugurou nesta segunda-feira,, o Anexo I da Escola de Ensino Fundamental Tia Neuma na Vila Olímpica da Mangueira, na Zona Norte do Rio. A nova unidade, que teve um investimento do governo estadual de R$ 600 mil, abrigará 500 crianças da comunidade, que receberão, gratuitamente, uniformes e material escolar.

Os professores serão contratados pelo Santa Mônica Centro Educacional, entidade de ensino com a qual o governo do estado firmou uma parceria público-privada que possibilitou a expansão do número de vagas.

- Além da felicidade de inaugurar a ampliação da Escola Tia Neuma, acabo de confirmar com o secretário Regis Fichtner, da Casa Civil, e Tereza Porto, de Educação, o compromisso do governo de financiar as obras para a construção da cobertura, ainda este ano, de uma das quadras de esportes da Vila Olímpica, para dar mais conforto às atividades das crianças - anunciou o governador.

Cabral foi enfático ao afirmar a disposição do governo em manter sua política de enfrentamento à criminalidade e ao tráfico e ressaltou que projetos de educação e cidadania, como a Vila Olímpica da Mangueira, são um exemplo.

- Muitas vezes é mais fácil o mal prevalecer do que o bem conquistar seu espaço, mas o Chiquinho (deputado estadual), junto com a comunidade da Mangueira, conseguiu semear, plantar e desenvolver esse projeto extraordinário que hoje estamos regando mais um pouco com essa nova escola para o Ensino Fundamental. Tenho certeza de que com esse projeto extraordinário da Mangueira, o bem vai vencer o mal. Esta escola é fruto de uma parceria público-privada que presta serviço à comunidade - ressaltou o governador.

A secretária Tereza Porto acrescentou que a parceria com o Santa Mônica Centro Educacional demonstra como o poder público e iniciativa privada podem melhorar a qualidade do atendimento à população.

- Este é o exemplo claro que uma emenda parlamentar do deputado Chiquinho da Mangueira pode produzir resultado concreto. Com essa obra serão oferecidas mais 500 vagas do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental, ainda que não seja uma obrigação do estado. O governo através da emenda transferiu recursos para que o Santa Mônica fizesse a obra e oferecesse à comunidade ensino integral de qualidade - explicou a secretária, agradecendo o professor Albano Parente, diretor do Santa Mônica Centro Educacional por sua importante visão de responsabilidade social.

O diretor Albano Parente foi mais além e convocou outros empresários a contribuírem também com o trabalho de todos, governo e iniciativa privada, para o desenvolvimento da educação.

- Fazer educação integral deveria ser um projeto de todos, de todas as agremiações de samba, de todos os grandes empresários que também deveriam estar envolvidos para que pudéssemos ter menos violência na cidade - observou Parente, que agradeceu o governador Sérgio Cabral por ter viabilizado a construção do anexo.

Com a construção do novo edifício, a escola Tia Neuma, que existe desde 2001, estende às crianças da Mangueira, entre 6 e 14 anos, os mesmos benefícios oferecidos pelo Santa Mônica Centro Educacional aos seus alunos. Este ano, com a nova unidade, cerca de mil crianças da comunidade passam a dispor de Ensino Fundamental gratuito e de qualidade.

Também participaram da solenidade, entre outros convidados, os secretários da Casa Civil, Regis Fichtner, e de Ciência e Tecnologia, Alexandre Cardoso; o desembargador Siro Darlan; o deputado Chiquinho da Mangueira; a presidente da Mangueira, Eli Gonçalves (Chininha); os baluartes Nélson Sargento, Delegado, Tia Cecéia e demais componentes da Velha Guarda; a coordenadora da Vila Olímpica, professora Bárbara Machado; e a professora Márcia Moura, diretora da Escola Tia Neuma.