Bope mata menor em confronto e menina é baleada na Vila Cruzeiro

JB Online

RIO - Um menor de 15 anos morreu em confronto com policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope), na tarde desta quinta-feira, na Vila Cruzeiro, na Penha, Zona Norte do Rio. Segundo a polícia, ele teria atirado granadas contra veículos blindados, os chamados Caveirões, que davam apoio a ocupação na comunidade, que já dura três dias. Com ele foi encontrada uma pistola. Motos e carros roubados também teriam sido retirados da favela, mas a informação ainda não foi confirmada.

Luana Marques Falcão, de 16 anos, também foi ferida por uma bala perdida durante um tiroteio. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde (SES), ela está no setor de Raio-X e ainda não há informações sobre seu estado de saúde.

Para moradores do bairro, pacientes do Hospital Getúlio Vargas (HGV) e pessoas que procuraram atendimento na tenda de hidratação contra a dengue, instalada ao lado da unidade de saúde, a quinta-feira foi mais um dia de pânico e medo. Policiais e traficantes do Morro da Chatuba, que fica nas proximidades, voltaram a se enfrentar.

Na quarta-feira, mais uma pessoa foi vítima de bala perdida durante confrontos na vila Cruzeiro. Ruth Nascimento dos Santos, de 54 anos, foi atingida por uma bala perdida no abdômen, próximo ao Morro da Chatuba.

Na terça-feira, primeiro dia da ocupação do Bope e do 16º BPM (Olaria) da Vila Cruzeiro, nove homens apontados como bandidos foram mortos. Seis moradores ficaram feridos por balas perdidas. Outras 14 foram presas.