Tumulto de passageiros na Central do Brasil e na Praça 15

JB Online

RIO - Atrasos no horário dos trens do ramal da Central do Brasil e das barcas que fazem a ligação Rio-Niterói atrasou a volta para casa de quem estava no Centro do Rio, na noite desta terça-feira. Inconformados, passageiros discutiram com seguranças e protestaram. na Central, a Polícia Militar foi chamada para organizar as enormes filas. As concessionárias que administras os dois meios de transportes alegaram problemas técnicos.

Na Central do Brasil, o interrompimento do tráfego de trens entre as estações Pedro II e São Cristovão, por volta das 19h, deixou os passageiros revoltados. Sem previsão de retorno, eles exigiam o dinheiro de volta para completar a passagem por outro meio de transportes. Houve tumulto e seguranças da Supervia, concessionária que administra os trens, interviram agravando a confusão.

Conforme a assessoria de imprensa da Supervia, um trem vazio que fazia uma manobra apresentou um defeito. Com isso, as composições não puderam sair da estação Pedro II. Técnicos da empresa estão tentando consertar a composição para regularizar o tráfego. Os trens estão partindo da estãção São Cristovão. A PM reforça o policiamento na Central do Brasil.

Na estação das barcas, no terminal da Praça 15, o catamarã que seguiria para às 18h20 para Niterói apresentou problemas mecânico e não realizou a viagem. Houve tumulto e muitas reclamações. Grandes filas se formaram. Segundo a concessionária Barcas S.A., os passageiros seguiram viagem na embarcação de 18h40. Ainda segundo a empresa, após avaliação do grupo de manutenção de linha, o catamarã voltou ao tráfego.