Estado cadastra para obras do PAC na Baixada

JB Online

RIO - A Secretaria de Estado de Trabalho e Renda cadastra, nesta quarta-feira, das 9h às 16h, trabalhadores da Baixada Fluminense para execução das obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

No total, são 200 vagas no setor de Construção Civil, em cargos como pedreiro, carpinteiro, marceneiro, armador e eletricista. De acordo com o edital, 20% das vagas são destinadas as mulheres.

- Após o grande cadastramento, realizado no último mês de fevereiro nas comunidades da Rocinha, do Complexo de Alemão e de Manguinhos, vamos levar nossa unidade móvel para a Baixada. A proposta é priorizar os moradores locais, permitindo que retornem ao mercado formal de trabalho. Lembrando que todos os cadastrados entrarão no Sistema Nacional de Emprego (Sine), habilitando-se para atuar em qualquer parte do estado - observou o secretário estadual de Trabalho e Renda, Alcebíades Sabino.

A ação, feita em parceria com a Secretaria de Governo da Baixada, a Companhia de Habitação do Rio de Janeiro (Cehab) e a Superintendência Estadual de Rio e Lagoas (Serla), acontece na Avenida Belford Roxo, em frente ao nº. 35, Praça Barro Vermelho, em Belford Roxo. Para o cadastro, os candidatos devem levar carteira de identidade, carteira de trabalho e comprovante de residência.

As obras prevêem a construção de 252 moradias para as famílias que moram as margens dos rios Bota e Sarapuí, além de projetos de urbanização e áreas de lazer. Durante o cadastramento, a Superintendência de Saúde, Segurança e Ambiente do Trabalho estará distribuindo material informativo de prevenção contra a dengue.

- É fundamental que ações em benefício dos trabalhadores estejam associadas à questão da saúde e segurança no trabalho - observou Sabino.

Em fevereiro, as unidades móveis da Secretaria fizeram o cadastramento de mais de 16 mil moradores da Rocinha, do Complexo do Alemão e de Manguinhos.