Homeopatas entram na luta contra a dengue no Rio

JB Online

RIO - Diante das inúmeras demandas por medicamentos homeopáticos,a ONG Homeopatia Ação Pelo Semelhante realizou um Mutirão de Investigação do Gênio Epidêmico da Dengue 2008, na Tenda de Hidratação do Retiro dos Artistas, em Jacarepaguá.

Os médicos colheram o histórico de um grupo de 16 pacientes com diagnóstico de dengue. A iniciativa teve caráter de amostra preliminar, uma base que necessita ser complementada com mais casos. Numa segunda etapa, os médicos vão reunir informações descritivas de mais dois grupos de pacientes. Um grupo que represente a fase inicial da doença, os primeiros sintomas, os sintomas gerais e os mais moderados e de outro grupo que represente os pacientes mais graves, daqueles que evoluem para internação.

Com informações mais amplas, Hylton Luz, presidente da ONG, afirma que será possível propor indicações terapêuticas mais precisas, mas para isso será necessário que as autoridades públicas se responsabilizem em prover a população com outras possibilidades terapêuticas conhecidas que podem contribuir para diminuir este tipo de problema.

Baseada nos relatos recebidos, a ONG vai indicar o medicamento homeopático adequado para cada um dos pacientes que colaboram com a pesquisa. É importante esclarecer que fórmula homeopática não é uma vacina, muito menos garante imunidade contra a dengue, mas seu uso tem o propósito de contribuir para fortalecer as respostas do sujeito e torná-lo menos exposto ao vírus.

Luz lembra que a dengue é epidemia de natureza viral que vem crescendo nas últimas décadas, atingindo cada vez mais um maior número de cidades em todo o mundo. O desenvolvimento de conhecimentos neste campo, com a aquisição de metodologias de trabalho que garantam qualidade científica aos resultados alcançados servirá para desenvolver ações para intervir em outras epidemias e, também, para treinar os profissionais da rede pública.