MP recorre para impedir transferência de Beira-Mar para o Rio

Portal Terra

RIO - O Ministério Público solicitou neste sábado, no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, a suspensão da decisão da juíza Cristina de Araújo Góes Lajchter, da Vara de Execuções Penais, que autoriza a transferência do traficante Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar, de Mato Grosso do Sul para o Rio.

No recurso, a promotora comprova que Beira-Mar continua a chefiar, de dentro da cadeia, a organização criminosa à qual pertence. Segundo ela, há poucos dias Beira-Mar sofreu nova condenação na 5ª Vara Criminal Federal do Rio de Janeiro pelos crimes de associação para o tráfico, evasão de divisas e lavagem de dinheiro, cujas penas somam 16 anos e dois meses de prisão.