Mil e setecentos militares combaterão dengue no Rio, anuncia Saúde

Vitor Abdala, Agência Brasil

RIO - O Ministério da Saúde informou nesta quinta-feira, que 1.700 militares vão ajudar no combate à dengue no Rio de Janeiro. Em nota divulgada à imprensa, o órgão afirmou que 1.200 homens das forças armadas vão trabalhar nos três hospitais de campanha, que terão 130 pontos de hidratação para doentes.

A previsão é que os outros 500 militares atuem, em conjunto com os bombeiros do estado, na busca e eliminação de focos do mosquito na capital fluminense. As decisões foram tomadas nesta quinta-feira, em reunião do gabinete de crise da dengue no Rio.