Médicos do Rio vão à justiça em defesa de doentes com dengue

Agência Brasil

BRASÍLIA - O Sindicato dos Médicos do Rio de Janeiro informou que entregará à Defensoria Pública da União relatório completo sobre a epidemia de dengue no estado, ajuizando ação coletiva de reparação de dano moral e material, em conseqüência das mortes provocadas pela doença.

Nesta quinta-feira, às 14h, em entrevista coletiva de imprensa, representantes da entidade anunciam a iniciativa em defesa da população do estado, que sofre com a epidemia de dengue no Rio de Janeiro.

Também nesta quinta-feira, o Ministério da Saúde deve definir com o Ministério da Defesa e Comandantes do Exército, Marinha e Aeronáutica a participação das Forças Armadas no combate ao mosquito transmissor da dengue no município do Rio.

O Centro de Comando da Operação contra a Dengue, coordenado pela Defesa Civil do Rio de Janeiro promove, a partir desta quinta-feira, um programa comunitário de treinamento para capacitar o cidadão a atuar voluntariamente no combate ao Aedes aegypti, transmissor do vírus.

O lançamento do programa será a partir das 9h, na Lona Cultural Jacob do Bandolim, no Pechincha, em Jacarepaguá. O bairro é a região mais atingida pela dengue.

Também nesta quinta-feira, 700 homens do Corpo de Bombeiros fazem um mutirão de combate ao mosquito em Curicica, outra localidade de Jacarepaguá. As ações estarão concentradas na comunidade Arco-Íris, onde já morreram três crianças, e na Vila do Ipê.

Em Campos, no norte do estado, 500 bombeiros participam de ações de combate. Naquele município foi detectado um surto de dengue. Em Angra dos Reis, na Costa Verde do estado, foram registrados 2 mil casos da doença e militares poderão ser deslocados também para a região. Representantes do Ministério da Saúde, o secretário estadual de Saúde e Defesa Civil, Sérgio Côrtes, prefeitos e secretários de saúde de regiões mais atingidas pela dengue participam às 15h, de audiência pública, na Assembléia Legislativa do estado. A finalidade é analisar a responsabilidade de cada esfera de governo, bem como as medidas conjuntas que impeçam o avanço da doença.