Administração Penitenciária instala urna para queixas

JB Online

RIO - A Ouvidoria da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) com o objetivo de facilitar ainda mais o acesso do público interno e externo ao órgão, criou mais um meio de comunicação: instalou uma urna no hall do corredor da Seap, no quinto andar do prédio do relógio da Central do Brasil. Nela, os interessados vão poder fazer as solicitações, sejam de assistências jurídica e médica; pedidos de transferências; denúncias; entre outros, sem ter que se dirigir à sala da Ouvidoria, e claro, também podem fazer sugestões e elogiar os trabalhos desenvolvidos pelo setor, de forma anônima.

Para a ouvidora, Capitã PM Maristela de Carvalho, a medida além de ser mais um caminho para as pessoas levarem seus pedidos à Ouvidoria, também é uma oportunidade para que aqueles que não querem se identificar, muitas vezes com medo de represálias, possam fazer suas solicitações.

- A Ouvidoria funciona como um elo entre servidores, funcionários, parentes ou não de apenados e custodiados e a Seap, buscando soluções junto aos setores da secretaria e ao próprio secretário. Aqui, lidamos com vidas humanas, privadas de liberdade, devido a isso, nossa dinâmica de atuação é a de proteger o denunciante e solicitar providências efetivas e imediatas para os pedidos explica a responsável pela Ouvidoria.

Maristela Rodrigues reforça também que o trabalho desenvolvido pela Ouvidoria tem apresentado resultados positivos junto à sociedade, o que aponta uma demonstração de confiança.

- Nossa demanda tem aumentado muito. Desde o início do ano já realizamos cerca de 260 atendimentos. E o mais importante para gente, é que esse público que usa principalmente o disque-denúncia, vem por indicação de outros usuários, que tiveram uma resposta às suas solicitações relata orgulhosa a Ouvidora.

Para a instalação da urna, a Ouvidora procurou um lugar de fácil acesso para os usuários, mas que ao mesmo tempo fosse discreto, mas o local definido gerou uma polêmica, que acabou servindo de maneira positiva:

- Decidimos instalar a urna em um lugar acessível, e depois de estudar as opções, a colocamos próxima à recepção. Porém, fomos informados de que as pessoas estavam com receio de usá-la, por ficar em frente às câmeras. Imediatamente, a trocamos de lugar, colocando perto da escada, para que as pessoas se sentissem mais à vontade esclarece a ouvidora, acrescentando que os comentários acabaram se tornando aliados, pois todos ficaram sabendo da existência dela.

Uma outra urna também foi instalada no Núcleo de Credenciamento do Complexo de Gericinó, Zona Oeste do Rio, área com grande número de visitantes, servidores e funcionários da Seap.

Quem preferir fazer a denúncia por telefone ou email, a Ouvidoria atende pelo telefone 0800 -282- 4444, e [email protected] . A sede da Seap fica na Praça Cristiano Ottoni, s/nº, sala 510, no Centro - Prédio da Central do Brasil.