Pacientes com dengue lotam emergencias dos hospitais públicos

Agência Brasil

RIO - A busca por atendimento de pessoas com suspeita de dengue lotou os guichês de emergência, neste sábado, nos hospitais públicos das zonas norte e oeste do Rio.

Segundo o diretor-geral do Hospital Estadual Getúlio Vargas (HGV), na Penha, Marcelo Soares, estão sendo atendidos no hospital diariamente mais de 400 pessoas com sintomas da doença. Ele também informou que o número de atendimentos é bem maior do que o de notificações de casos da doença.

Já na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 horas de Campo Grande, na zona oeste, a esposa de um paciente Ana Paula Andrade considerou mais rápido neste sábado o atendimento ao marido, que demorou cerca de uma hora.

- Na última quinta-feira, ele teve que aguardar mais de cinco horas - disse Ana Paula.

Segundo o diretor do HGV, a Secretaria estadual de Saúde está abrindo novos leitos para pessoas com suspeita de dengue nos Hospitais Anísio Teixeira e Dom Pedro II, para reforçar no atendimento à doença.