Provas para o TJ remarcadas para 27 de abril

JB Online

RIO - As provas para técnico e analista judiciários do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro serão realizadas no dia 27 de abril. A nova data foi anunciada nesta terça-feira pelo corregedor-geral da Justiça, desembargador Luiz Zveiter. O desembargador embrou que o adiamento da provas, que seriam realizadas em 16 de dezembro do ano passado pelo Núcleo de Computação Eletrônica da Universidade Federal do Rio de Janeiro (NCE-UFRJ), ocorreu em razão de vazamento de informação.

O atual edital prevê o preenchimento de 138 vagas, sendo 66 para técnico, nível médio e 72 para analista nível superior. O concurso será organizado pelo Centro de Seleção e Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UNB).

O anúncio da nova data foi acompanhado pelo diretor do Cespe/UNB, Luiz Mário Marques Couto, que disse ter recebido terça-feira o cadastro dos 79 mil candidatos. Couto disse que fará uma auditoria das informações e tão logo tenha concluído o trabalho, vai iniciar o envio dos novos cartões de inscrição, com os locais e horários das provas. Luiz Zveiter informou que o edital do concurso foi mantido e será cumprido com todo o rigor.

O problema que acarretou o cancelamento da primeira prova, segundo o corregedor, atrasou o seu projeto administrativo em 5 meses. Zveiter calcula que tenha hoje um déficit de pelo menos três mil funcionários, mas a Lei de Responsabilidade Fiscal impede o Poder Judiciário de contratar todo esse contingente.

O corregedor afirmou que toda a responsabilidade quanto à prova será do Cespe/UNB. Um dado fundamental para a contratação do novo organizador, de acordo com Luiz Zveiter, é a experiência da fundação nos concursos para a área jurídica. As provas para o TJ, porém, continuarão sendo de múltipla escolha, com cinco opções de resposta, sendo somente uma a correta, fugindo do padrão tradicional do Cespe de certo e errado.