Dengue já matou duas crianças e um adulto no Rio neste ano

Agência Brasil

RIO - A dengue já causou três mortes na cidade neste ano: um adulto e duas crianças um menino de dois anos, no dia 18 de janeiro, e uma menina de seis, no último dia 3. No ano passado, das 26 pessoas mortas, 11 tinham menos de 14 anos.

Os dados chamaram a atenção da Secretaria Municipal de Saúde, ao constatar que a doença tem afetado essa faixa etária de forma mais grave. Um levantamento divulgado em janeiro mostrou que eram crianças quatro em cada dez pessoas infectadas pela dengue, nos 15 primeiros dias do ano.

Segundo a superintendente municipal de Vigilância em Saúde, Meri Baran, o quadro se deve à ocorrência do tipo 2 do vírus causador da doença, que não se manifestava há muito tempo e deixou espaço para o tipo 3 nos últimos anos. Desta maneira, pessoas anteriormente infectadas por um dos tipos estão novamente infectadas, mas por outro tipo.

- Acreditamos que essas crianças certamente tiveram infecção pelo tipo 3 nos anos de 2003, 2004 e 2005. E com o retorno do vírus do tipo 2, a tendência é de ocorrerem casos mais graves - disse Baran.

No levantamento de janeiro, a Secretaria apontou que foram registrados 2.150 casos de dengue na capital em igual período do ano passado, foram 981 casos. A Prefeitura não soube informar quantos casos envolveram crianças, já que o levantamento da dengue infantil foi feito apenas entre os dias 1º e 15.