Prefeitura retira dois quiosques no Parque dos Patins

JB Online

RIO - A Prefeitura do Rio retirou nesta terça-feira dois quiosques localizados no Parque dos Patins, na Lagoa. A operação foi motivada pela recusa das empresas Alexandre Alves Antunes ME (Lagoa Grill) e Morrebar da Lagoa Ltda. (Sushi Bar) de deixarem o local, após terem sido notificadas por duas vezes pela Secretaria Municipal de Fazenda. Estas mesmas empresas venceram a licitação para outros pontos da Lagoa, de acordo com a assessoria da Prefeitura.A operação, coordenada pela subprefeitura da Zona Sul I, contou com o apoio de vários órgãos municipais, entre eles Comlurb, Departamento de Operações Especiais da Secretaria Municipal de Obras, Divisão de Controle Urbano, da Secretaria Municipal de Governo e a Guarda Municipal. Os equipamentos não retirados pelos proprietários foram levados para o depósito público da Prefeitura, na unidade Esmeraldino Bandeira, no Jacaré.Nove pontos comerciais de alimentação no Parque dos Patins e um no Parque das Taboas foram licitados pela Secretaria Municipal de Fazenda no ano passado, em duas sessões. No dia 5 de outubro, foram licitados quatro pontos no Parque dos Patins e no dia 13 de dezembro, mais cinco pontos no Parque dos Patins e um no Parque das Taboas. Desses nove pontos no Parque dos Patins, oito tiveram valor mensal mínimo fixado em R$ 7.000 e um em R$ 3.500. Já o ponto do Parque das Taboas tinha valor mínimo de R$ 3.500 mensais. De acordo com a Prefeitura, as concessionárias ficarão responsáveis pela instalação dos novos quiosques, cujos projetos terão de ser aprovados. O prazo de concessão é de dez anos, e os valores serão reajustados, anualmente, pelo IPCA-E (Índice de Preços ao Consumidor Amplo - Especial). A concessão anterior encerrou-se no dia 18 de agosto de 2007, para os quiosques situados no Parque dos Patins e no Parque das Taboas.