Balas perdidas que atingiram vítimas no réveillon vieram de cima

JB Online

RIO - De acordo com o laudo apresentado pelo Instituto de Criminalística Carlos Éboli e pelo Instituto Médico-Legal. As balas que atingiram quatro vítimas em Copacabana, no réveillon, vieram de cima para baixo.

Camila Rodrigues da Silva, uma das vítimas, retirou neste terça-feira o progétil que estava alojado no ombro. A delegada da 12ªDP (Copacabana), Marta Rocha, irá encaminhar o material para análise, para identificar o tipo de arma usada pelos atiradores.