Um morto e dois feridos no show de pagode

Denise de Almeida, Agência JB

RIO - Uma pessoa morreu e outras cinco ficaram feridas por causa de um tiroteio na madrugada desta segunda-feira, dia 7, no Clube CSC, na favela das Malvinas, em Vila Kenedy. Cinco mil pessoas assistiam ao show de pagode do cantor Rodriguinho quando 20 homens armados, que seriam da Favela da Coréia, em Senador Camará, tentaram invadir o local. Segundo a polícia, o grupo já chegou atirando. A PM foi chamada e houve troca de tiros.

Kelly Marques Braga, 23 anos, que estava no clube, levou um tiro nas costas e morreu na hora. Os feridos foram atendidos no Hospital Albert Schweitzer, em Realengo. As vítimas foram identificadas como Vanessa Morais de Oliveira, 20 anos, Eduardo Costa da Silva, 26, Cristiano Lourenço de Souza, 30, Jaciman da Silva Oliveira, 31, e Reinaldo Faria da Cunha, 26. Ainda não há informações sobre o estado de saúde dos feridos.