Força tarefa de combate à dengue visita mais de 4 mil imóveis

Agência JB

RIO - Um grupo de 40 agentes ambientais e de saúde da Prefeitura do Rio vistoriou e interditou o terreno do nº 1.190 da Estrada do Colégio, onde funcionava um ferro-velho, em Irajá. A ação é parte de um trabalho conjunto das secretarias municipais de Saúde e de Meio Ambiente, iniciado no último sábado (dia 5) e que já visitou 4.330 residências em apenas dois dias.

O ferro-velho interditado hoje fica próximo ao conjunto habitacional onde foram registrados casos da doença. Durante a ação, técnicos também localizaram vários criadouros e recolheram amostras de água contaminada com larvas do mosquito "Aedes aegypti", transmissor da dengue. Devido à desordem e às péssimas condições de armazenamento no depósito, a Defesa Civil interditou o local e a Comlurb foi acionada para remover o lixo e materiais do terreno, com auxílio de duas retroescavadeiras e de caçambas.

Enquanto isso, outras 13 equipes percorriam ruas do bairro dando continuidade à ação iniciada sábado, com objetivo de informar a alertar os moradores para os riscos da doença. O trabalho, realizado sempre das 9h às 13h, pretende diminuir o índice de infestação do mosquito na região de Irajá.

O esforço tem valido a pena: no sábado e nesta segunda-feira, os agentes da Prefeitura percorreram 41 ruas, e das mais de 4 mil residências visitadas apenas 81 delas (menos de 2%) tinham criadouros, em vasos de plantas e ralos. Em contrapartida, os agentes municipais também encontraram um número considerável de caixas d'água sem proteção - foram colocadas ao todo 79 capas plásticas.

No entanto, os técnicos da Prefeitura comemoraram o fato de que os moradores, antes arredios, já começam a colaborar e permitir a entrada dos agentes nos locais, facilitando a ação do grupo. No dia 5, por exemplo, não houve recusa da população em receber os agentes, o que não se repetiu nesta segunda-feira, quando houve 44 recusas. O índice de pendências (imóveis não visitados) também foi mais baixo no sábado (15%) do que hoje (25%).

A Secretaria de Saúde lembra que a população é uma grande aliada no combate à dengue, cuidando para que sua casa e áreas próximas não se tornem criadouros do mosquito. A população pode ligar para o Tele-Dengue, no telefone 2575-0007, para solicitar informações, agendar visita dos agentes ou mesmo denunciar alguma situação propícia ao desenvolvimento de focos.