Melhora o estado de saúde de Lídio Toledo Filho

Marcello Victor, Agência JB

RIO - A assessoria de imprensa do Hospital Samaritano confirmou, agora há pouco, que houve uma melhora no estado de saúde o ortopedista Lídio Toledo Filho, de 35 anos, internado no Centro de Terapia Intensiva (CTI) . Na noite deste sábado e durante a madrugada deste domingo, o paciente teve febre e queda da pressão arterial, o que fez com que os médicos precisassem utilizar medicação para reverter o problema.

Ainda conforme a assessoria de imprensa do hospital, a situação foi estabilizada, mas o quadro clínico de Lídio Toledo Filho ainda é considerado. Ele respira com a ajuda de aparelhos e está sedado. Uma cirurgia para tratamento de lesões na mandíbula do paciente deverá ser realizada na manhã desta segunda-feira.

O filho do ex-médico da Seleção Brasileira foi baleado numa tentativa de assalto na noite do dia 31 de dezembro, no Alto da Boa Vista, Zona Norte do Rio. Lídio Toledo Filho levou três tiros. Um dos projéteis atingiu duas vértebras da coluna cervical. Ele perdeu os movimentos das pernas.

Nesta quinta-feira, a Polícia Civil do Rio divulgou a foto dos dois homens acusados de participar da tentativa de assalto no Alto da Boa Vista. Alan de Assis Mendes, de 25 anos, e Rafael Silva de Oliveira, 23, estão sendo procurados. O primeiro é apontado como o autor dos disparos. Rafael teria pilotado a moto usada na ação.

Um menor de 15 anos, apreendido no Morro do Borel, na Tijuca, Zona Norte da cidade, está detido.Segundo a polícia, ele confessou participação na tentativa de assalto, mas afirmou que não foi responsável pelos disparos, que também vitimaram Maria Silene Nazaré Trajano, mulher de Lídio Toledo Filho. Ela levou dois tiros e não corre risco de vida.

A mulher de Lídio Filho, Maria Silene Nazaré Trajano, que estava com ele no veículo, levou dois tiros na barriga. Após ser socorrida no Hospital Miguel Couto, na Gávea, Zona Sul, ela foi transferida para o Hospital da Ordem Terceira da Penitência, na Usina, Zona Norte, e não corre risco de vida. Ele deve receber alta nos próximos dias.

Lídio Toledo Júnior e a mulher foram baleados quando seguiam para uma festa de Réveillon na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio. Ele dirigia seu Honda Fiat quando dois menores em uma moto emparelharam com o seus veículo. O ortopedista conseguiu derrubar um dos criminosos da moto, mas ele e Maria Silene acabaram atingidos pelo comparsa. Um taxista que estava no local ajudou as vítimas e acionou o Corpo de Bombeiros.