Aeroportos do Rio de Janeiro registram atrasos

Agência Brasil

RIO - O mau tempo e a proximidade das festas de fim de ano causaram transtornos nesta sexta-feira no Aeroporto Internacional Tom Jobim (Galeão). De acordo com a Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero), dos 109 vôos previstos para decolar entre a meia-noite e às 15h30, 25 atrasaram e 10 foram cancelados.

As filas de passageiros se estendiam ao longo do sagüão de embarque nacional e internacional, principalmente, no terminal 1. Às 16h, os painéis apontavam o atraso de seis vôos com destino nacional. Entre as partidas internacionais, um atraso e um cancelamento.

O administrador de empresas Gustavo Lisboa, 26 anos, estava entre os passageiros de um vôo cancelado da Ocean Air que iria para Porto Alegre (RS) às 14h.

- Segundo informações da própria companhia, o vôo já estava cancelado na última quarta-feira. Mas ninguém nos informou nada, só descobri que houve cancelamento quando cheguei no aeroporto - afirmou.

Gustavo Lisboa disse que receberá o dinheiro da passagem de volta e que a Ocean Air se comprometeu a arcar com os custos de um ônibus para levar os passageiros, que não puderam embarcar no vôo, para Porto Alegre. Os funcionários da Ocean Air não souberam explicar por que os passageiros não foram informados sobre o cancelamento.

O setor de embarques da Gol apresentava as maiores filas. O consultor contábil Nero Andrade, 59 anos, aguardava a hora do embarque do vôo que já estava atrasado em mais de uma hora. - A gente sabe que em época de natal, férias, ano novo ou carnaval os aeroportos sempre ficam complicados - disse Andrade.

A situação dos vôos no Aeroporto Santos Dumont foi semelhante na tarde desta sexta-feira. Segundo a Infraero, dos 43 vôos programados até às 15h30, três atrasaram e 14 foram cancelados.

A Infraero aumentou o número de funcionários nos dois aeroportos para dar orientações aos passageiros e às empresas aéreas.