MP recebe relatório da PM sobre rave em Itaboraí

Agência JB

RIO - A 2ª Promotoria de Justiça Criminal de Itaboraí já recebeu do 35º BPM (Itabotraí) um relatório sobre a operação que a Polícia Militar realizou no sítio Happy Land, em Itaboraí, Região Metropolitana do Rio, local onde foi realizada a festa rave que terminou com a morte de um jovem de 17 anos, no último fim de semana.

Segundo o Ministério Público, o documento, elaborado por PMs que entraram na festa disfarçados, foi encaminhado à 71ª DP (Itaboraí) para instruir o inquérito policial instaurado. A 2ª Promotoria requisitou a realização de 14 diligências complementares e continua em contato com o delegado titular para acompanhar o trabalho de investigação.

O relatório enviado ao MP confirma que havia cerca de 10 mil pessoas na festa, muito consumo de bebidas alcoólicas, jovens caídos no chão embriagados e alguns em estado de alucinação.

A Promotoria também pretende que sejam ouvidos os policiais que atuaram disfarçados na rave, assim como membros das equipes de médicos e seguranças que trabalharam no local. O MP também quer saber se estão em ordem os documentos fornecidos pelo Corpo de Bombeiros, Polícia Civil e PM dando sinal verde para a realização da festa.

A Polícia Civil tem 30 dias para complementar as investigações, mas o prazo pode ser estendido se for considerado necessário.