Rio vai se transformar na capital da aventura

Agência JB

RIO - A partir do dia 18, durante seis dias ininterruptos, mais de 50 equipes nacionais e estrangeiras, divididas em grupos de quatro integrantes cada uma, vão enfrentar sono, fome, cansaço, medo e dor durante a travessia de quase 500 quilômetros em território fluminense para disputar o Ecomotion/Pro 2007. Sete das oito primeiras equipes do Mundial 2007, e os principais times do ranking nacional participam do evento, considerado o maior desafio do circuito mundial de corrida de aventura.

Unindo técnica e estratégia, as equipes terão de demonstrar domínio em orientação geográfica e executar provas de mountain bike, trekking, canoagem, mergulho, técnicas verticais e, este ano, também equitação, já que um trecho será coberto, obrigatoriamente, a cavalo.

As equipes ficarão concentradas em Búzios, na Costa do Sol (Região dos Lagos) até a largada, prevista para o dia 21. Para não quebrar o caráter de surpresa, os concorrentes só terão conhecimento do roteiro na véspera. A orientação das equipes será feita apenas com uma bússola e um mapa fornecido pela organização do evento.

Este ano, o Ecomotion/Pro servirá como seletiva para o Campeonato Mundial de 2008, que será realizado no Brasil no próximo ano. Os dois primeiros colocados garantem vaga no Mundial. A premiação em dinheiro chega a US$ 60 mil, divididos entre os oito primeiros classificados.

A corrida tem apoio institucional da TurisRio, empresa vinculada à Secretaria de Turismo, Esporte e Lazer. Para o secretário Eduardo Paes, o Ecomotion é um poderoso instrumento de promoção e divulgação das atrações ecológicas do Rio de Janeiro, além de proporcionar um imediato retorno de imagem.

- Ao tornar conhecidos nossos cenários paradisíacos, além de contribuir para a consolidação do Rio como Capital do turismo e do esporte, o Ecomotion estará também incentivando a formação de novos roteiros no segmento do eco-turismo. O Rio de Janeiro é um dos estados mais bem aquinhoados de atrações desse segmento.