Rio: Operações contra o tráfico vão aumentar, diz coronel

Ernani Alves, Portal Terra

RIO - O comandante da Força Nacional de Segurança (FNS), coronel Luiz Antônio Ferreira, afirmou neste sábado que o número de mortes em confrontos com a polícia pode subir ainda mais no Rio de Janeiro. A previsão é baseada na expectativa de novas operações contra o tráfico de drogas até o final do ano. No primeiro semestre, houve um aumento de 33,5% de vítimas fatais nos confrontos.

De janeiro a junho de 2007, 694 pessoas morreram em confrontos com a polícia, contra 520 no primeiro semetre de 2006, o que signifiica um aumento de 33,5%, segundo levantamento do Instituto de Segurança Pública Fluminense.

De acordo com o comandante da FNS, as ações no complexo de favelas do Alemão colaboraram para o crescimento, mas os policiais não agiram com violência contra a população, apenas revidaram ataques de criminosos. Mais de 50 pessoas morreram e 80 ficaram feridas durante operações na região, desde o início do mês de maio.

- A partir do momento que se faz um trabalho sério isso vai ocorrer. O nosso policial é que não pode morrer. O confronto é inevitável. A sociedade não pode ser dominada por bandidos. Isso acontece (as mortes) pelo fato dos criminosos terem partido para cima da polícia. Todos aqueles que tentarem abater policiais podem ter certeza de que serão abatidos primeiro - destacou Ferreira.

Ainda segundo o coronel, novas operações já estão sendo planejadas com base no critério estabelecido pela Secretária de Segurança Publica do Rio. A área do complexo de favelas do Alemão continua no foco da polícia, de acordo com o comandante da Força Nacional.