Assessor parlamentar é assassinado a facadas na Lapa

Agência JB

RIO - O comerciante Carlos Humberto Castello Branco Gonçalves Filho, de 44 anos, foi preso na madrugada deste sábado depois de assassinar a facadas João Paulo Gomes Pereira, de 26 anos, assessor parlamentar de Chiquinho da Mangueira, na Lapa.

O crime teria acontecido porque o comerciante, que mora no Leblon, foi descoberto por João e seus amigos, ao tentar furtar uma máquina digital. Além do assessor que não resistiu aos ferimentos, Carlos Humberto feriu Fabiano Farias de Souza e Alexandre Silva de Moraes, ambos de 26 anos.

O criminoso foi perseguido por diversas pessoas e preso por soldados do 13ºBPM (Praça Tiradentes). O caso foi registrado na 6ªDP (Cidade Nova).