Comércio fluminense gasta R$ 1,05 bi com segurança em seis meses

Agência JB

RIO - O percentual de empresários fluminenses que investiu em segurança dobrou no último semestre. Esta é uma das conclusões de um levantamento divulgado esta manhã pela Fecomércio.

Embora 37,9% dos comerciantes tenham dedicado parte do faturamento para garantir a proteção de seus estabelecimentos, o investimento, em números absolutos, diminuiu em relação ao primeiro semestre de 2006. De janeiro a junho, foram gastos R$ 1,05 bilhão em segurança - no mesmo período do ano passado, a quantia foi de R$ 1,09 bilhão.

Para o presidente da Fecomércio, Olavo Monteiro de Carvalho, a desvalorização do dólar e o fim da vida útil de muitos equipamentos adquiridos há cinco anos impulsionou muitos empresários a investirem em segurança.

Em outro levantamento realizado pelo instituto, os proprietários de estabelecimentos comerciais elogiaram os gastos com segurança feitos para os Jogos Pan-Americanos. As câmeras e outros equipamentos adquiridos são, na opinião dos entrevistados, o principal legado da competição.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais