Morre policial federal baleado na Rocinha

Agência JB

RIO - O policial federal Marcelo Cardozo Castelhano, baleado na Via Ápia, um dos acessos a Favela da Rocinha, em São Conrado, na Zona Sul do Rio, na tarde desta terça-feira, já chegou morto ao Hospital Miguel Couto, na Gávea. A informação é da assessoria da Secretaria Municipal de Saúde (SMS). Ele foi atingido com um tiro no tórax e outro no abdômen. Um morador da região também teria sido baleado.

As circunstâncias em que Marcelo foi baleado ainda não foram reveladas. Porém, por voltas das 13h45 houve um intenso tiroteio entre policiais civis, que promoviam a Operação Game Over para apreensão de máquinas caça-níqueis, e traficantes de drogas da Rocinha. A Coordenadoria de Vias Especiais (CVE) informou que devido ao confronto, as duas pistas do Túnel Zuzu Angel, na altura de São Conrado, foram fechadas pela PM por dez minutos.

Marcelo estava na companhia do também policial federal Bruno Bezerra que nada sofreu. Ambos estavam à paisana. A vítima foi socorrida por policiais do 23º BPM (Leblon) e levado para o Hospital Miguel Couto, na Gávea. O trânsito foi agilizado nas vias de acesso para a unidade. Ainda não há informações em que circunstância Marcelo foi ferido. O estado de saúde dele, segundo os PMs é grave.