Jornal do Brasil

Rio - Niterói

Sobe para 15 número de mortos em deslizamento em Niterói

O menino Arthur, de 3 anos, estava internado em estado gravíssimo

Jornal do Brasil

Subiu para 15 o número de mortos em um deslizamento de terra e pedras na madrugada de sábado, 10, em Niterói, região metropolitana do Rio. Outras 10 pessoas ficaram feridas. Inicialmente, 11 pessoas foram resgatadas com vida, mas o menino Arthur Caetano Carvalho, que estava internado em estado gravíssimo, faleceu às 12h59 deste domingo, informou a Secretaria de Estado de Saúde. Equipes do Corpo de Bombeiros seguem trabalhando no local, mas não há registro de que ainda haja desaparecidos, informou a assessoria de imprensa da corporação.

>> Deslizamento de rocha em Niterói era difícil de prever, diz prefeito

Macaque in the trees
Deslizamento no Morro da Boa Esperança em Niterói (RJ) (Foto: JOSE LUCENA/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO)

Em nota, a Secretaria de Saúde informou que o menino Arthur apresentou "piora de seu quadro clínico e consequente parada cardíaca, com múltipla falência dos órgãos". Atingido pelo desabamento de sua casa, Arthur, de 3 anos, "esteve gravíssimo nas últimas horas". "Todos os procedimentos para reverter o quadro foram adotados, porém não houve resposta clinica do paciente", diz a nota da secretaria. Nicole, irmã de Arthur, de apenas 10 meses, foi resgatada já morta.

O prefeito de Niterói, Rodrigo Neves (PDT), decretou luto oficial de três dias e prometeu atualizar as informações sobre risco de deslizamento nas favelas da cidade, mas voltou a afirmar que o Morro da Boa Esperança, onde houve o deslizamento, não apresentava risco elevado.