São Clemente abre desfiles fazendo críticas e homenageando antigos carnavais

Escola amarela e preta levou para a Marquês de Sapucaí uma reflexão sobre o mundo do samba

A abertura do segundo e último dia de desfiles ficou por conta da São Clemente. A escola amarela e preta, que se originou em Botafogo e hoje tem sede no centro da cidade, levou para a Marquês de Sapucaí uma reflexão sobre o mundo do samba e uma homenagem aos antigos carnavais. Assim como a Império Serrano, em vez de trazer uma composição original, decidiu trazer uma reedição de um samba da agremiação, de 1990, ano em que a escola conquistou um sexto lugar, sua melhor colocação até hoje.

Macaque in the trees
São Clemente no Sambódromo da Marquês de Sapucaí (Foto: ALEXANDRE BRUM/AE)