Jornal do Brasil

Rio - Caderno Niterói

JUVENTUDE: Cidade ganha projeto de inclusão produtiva

Jornal do Brasil

Uma parceria entre a Firjan, SENAI e SESI está oferecendo uma nova oportunidade de acesso ao mercado de trabalho para 400 jovens de 11 comunidades do município. O Projeto Niterói Jovem EcoSocial quer promover a inclusão social e econômica de jovens em situação de vulnerabilidade social, por meio de educação, profissionalização e práticas em projetos ambientais. As atividades envolvem público de todos os gêneros, com idade entre 16 e 24 anos, moradores dos morros do Preventório, do Holofote, do Cavalão, do Céu, do Arroz, do Estado, Vila Ipiranga, Vital Brazil, Souza Soares, Santo Inácio e São José. Eles receberão uma bolsa auxílio no valor de R$ 750 mensais, além de vale transporte e lanche nos dias de aula. Entre os objetivos da iniciativa estão a oportunidade de capacitação técnica profissionalizante, elevando o potencial de empregabilidade dos participantes, a recuperação de ecossistemas, além do aprimoramento das competências pessoais dos participantes.

Macaque in the trees
Quatrocentos jovens de 11 comunidades do município são beneficiados pelo Projeto Niterói Jovem EcoSocial (Foto: Firjan/divulgação)

“É um projeto singular, pois aborda a profissionalização e trata da questão social e da preservação ambiental. Cria oportunidades para o cidadão, estimula a criatividade, incentiva a formação de novos empreendedores”, afirmou Luiz Césio Caetano, presidente da Firjan Leste Fluminense, durante aula inaugural do projeto nesta segunda-feira (14/10), na Sala Nelson Pereira dos Santos. 

O projeto é composto de dois eixos principais: qualificação profissional e atividade de campo. Para isso, os jovens participarão de um curso ministrado pela Firjan SENAI no contraturno escolar e atuarão em ações do poder público em áreas como reflorestamento, manutenção de recursos hídricos, ações preventivas a queimadas, de Defesa Civil e atividades visando à manutenção e à sinalização de trilhas. 

Também participaram do evento o diretor executivo de Operações da Firjan, Alexandre dos Reis, secretários e servidores municipais, deputados estaduais, além de colaboradores e gestores da Firjan.

Quem participa?

Aluno matriculado e/ou cursando o ensino regular ou EJA (Educação de Jovens e Adultos); oriundo da escola pública e/ou bolsista integral de escolas privadas; com ensino médio concluído em escola pública ou com bolsa integral em escola privada. Os cursos serão ministrados durante 17 meses e certificados pela Firjan SENAI Niterói nas seguintes áreas: eletricista de automóveis; mecânico de motocicletas; mecânico de motores Ciclo Otto; auxiliar de padaria e confeitaria; auxiliar de cozinha; pizzaiolo; instalador hidráulico residencial; assistente administrativo; montador e reparador de computadores; costureiro industrial de vestuário; confeccionador de bolsas em tecidos.