Rio

Doadores de sangue e de medula poderão ter prioridade para recebimento de vacinas

...

Foto: Alerj
Credit...Foto: Alerj

Doadores regulares de sangue e medula óssea podem ser incluídos em grupo de risco ou prioritário que tenha como finalidade o recebimento gratuito de vacinas oferecidas no Estado do Rio. É o que prevê o Projeto de Lei 1.678/19, de autoria da deputada Martha Rocha (PDT), que a Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) aprovou em segunda discussão nessa quarta-feira (29). O projeto segue para sanção ou veto do governador Cláudio Castro.

A proposta considera doador regular aquele que doa sangue ao menos duas vezes ao ano, sem prejuízo de eventuais campanhas de que participe; e doador de medula, aquele que doa ao menos uma vez ao ano.

“A inclusão de doadores de sangue regulares e medula óssea nos grupos prioritários é de relevância incontestável, haja vista que desempenham importante atividade associada à saúde pública. É sabido que a demanda por sangue cresce em nossa sociedade, devido ao envelhecimento e ao aumento da complexidade da medicina”, declarou Martha.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais