Rio

Prédio da Alerj pode se tornar hospital oftalmológico

A medida é dos deputados André Ceciliano, Márcio Canella e Rosenverg Reis

A. Filho
Credit...A. Filho

A Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) aprovou em redação final, na última quinta-feira (29), o projeto de lei 3.140/20, que autoriza a implantação de um hospital especializado em oftalmologia, no Palácio 23 de Julho, o prédio anexo ao Palácio Tiradentes, sede do Legislativo. O texto seguirá para o governador em exercício, Cláudio Castro, que terá até 15 dias úteis para sancioná-lo ou vetá-lo.

Localizado na Rua Don Manuel, na região da Praça XV, na capital do estado, o prédio será desativado após a mudança dos trabalhos legislativos para o Edifício Lúcio Costa. A nova sede da Alerj agrupará todo o funcionamento da Casa, hoje dividido em três prédios: o Palácio Tiradentes, a sede administrativa na Rua da Alfândega e o Palácio 23 de Julho.

A medida é dos deputados André Ceciliano (PT), Márcio Canella (MDB) e Rosenverg Reis (MDB)