Rio

Corpo de Bombeiros libera sambódromo para os desfiles das escolas

Alexandre Macieira/ Riotur
Credit...Alexandre Macieira/ Riotur

O Sambódromo do Rio de Janeiro está liberado para os desfiles das escolas de samba no Carnaval. Em vistoria, o Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro (CBMERJ) avaliou a presença de itens obrigatórios em estruturas provisórias e concluiu que o local está em conformidade no que diz respeito à segurança contra incêndio e pânico. 

A vistoria que estava marcada para esta quinta (20), foi antecipada para quarta-feira. Segundo o Corpo de Bombeiros, a antecipação ocorreu devido a conclusão das instalações temporárias no Sambódromo.

A vistoria era a última etapa para a liberação dos desfiles no local. Ela foi feita depois da conclusão de obras de recuperação estrutural e de melhoria da iluminação, demandadas pelo Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) e pelo Corpo de Bombeiros.

O CBMERJ disse, em nota, que encaminharia a autorização para a Empresa de Turismo do Município do Rio de Janeiro (Riotur) e para a Liga Independente das Escolas de Samba do Rio de Janeiro (Liesa).

REFORMA

Os trabalhos começaram em novembro do ano passado. A reforma, no valor de R$ 8,1 milhões, está sendo custeada pelo Ministério do Turismo.

As saídas ganharam novas escadas, as arquibancadas receberam reforço no concreto e foi feita pintura em 36 mil metros quadrados. Uma segunda fase das obras, com intervenções mais complexas, está prevista para depois do Carnaval.

Localizado na Avenida Marquês de Sapucaí, na zona central da cidade do Rio de Janeiro, o Sambódromo foi projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer e inaugurado em 1984.

Neste ano, a Passarela do Samba recebe os desfiles de 43 agremiações entre as escolas de samba do Grupo Especial, da Série A e das Escolas Mirins, que devem reunir cerca de 500 mil pessoas, de acordo com a Prefeitura do Rio de Janeiro.